phmb


Go to content

triclosan

Triclosan ou triclosano é um agente anti-séptico de amplo espectro, efetivo contra bactérias gram negativas, bem como gram positivas. É eficaz também contra fungos e bolores. É encontrado em medicamentos, sabonetes, loções e cremes dentais.

Apresenta boa tolerância para uso na pele e cavidade bucal em baixas concentrações.

Concentrações utilizadas em produtos
Desodorizantes: 0,1 a 0,2%
Cremes/loções: 0,2 a 0,3%
Sabonete para profilaxia cirúrgica: 1%



O Triclosan (2,4,4’-tricloro-2’-hidroxi-difenil-éter) é um poderoso agente antimicrobiano efetivo contra uma ampla variedade de bactérias Gram-positivas e Gram-negativas pela inibição de seu crescimento, sendo desta forma, um agente bacteriostático muito utilizado em sabonetes, cosméticos, dentifrícios, detergentes, desodorantes, sabões em pó, entre outros produtos.

O Triclosan é muito pouco solúvel em água, mas é solúvel em óleo e atravessa facilmente as membranas celulares e, uma vez dentro da célula, o Triclosan envenena uma enzima específica que a maioria das bactérias e a maioria dos fungos necessita para sobreviver.

O Triclosan bloqueia o sítio ativo de uma enzima chamada enoil-acil proteína-carreadora redutase (ou, simplesmente, ENR), impedindo a bactéria de fabricar ácidos graxos que ela necessita para construir as membranas celulares e para outras funções vitais, provocando a morte da célula devido à essa desorganização da membrana citoplasmática (ação bactericida).

Uma molécula de Triclosan desabilita permanentemente uma molécula de ENR, o que explica porque o Triclosan tem uma poderosa ação antibiótica mesmo à concentrações muito baixas.

O ser humano não possui essa enzima, por isso, o Triclosan não é perigoso ao homem.

A rota altamente específica que o Triclosan utiliza para matar os microorganismos tem deixado os pesquisadores preocupados a cerca de seu papel em criar cepas de bactérias resistentes a antibióticos. Os pesquisadores demonstraram recentemente que mutações no gene da bactéria que produz ENR pode produzir bactérias resistentes ao Triclosan o que torna novos antibióticos, cujo o alvo seja o ataque à ENR, pouco efetivos.


Embora os pesquisadores estejam preocupados a cerca do papel do triclosan em criar cepas de bactérias resistentes a antibióticos, o triclosan está sendo testado como uma recente alternativa e modelo para o desenvolvimento do tratamento da tuberculose e da malária via a inativação da enzima ENR. A única desvantagem do triclosan encontrada nesta aplicação, foi sua insolubilidade em água, conforme estudos a seguir.


Higiene e Saúde | quimicoluiz@yahoo.com.br

Back to content | Back to main menu